Bolsonaro: "Meu exército não vai obrigar o povo a ficar em casa. Eu quero paz!”

Bolsonaro
Foto: Marcos Corrêa | PR


Na manhã desta segunda-feira (8), durante conversa com apoiado no Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro criticou as novas medidas de isolamento impostas pelo estados e municípios para conter a pandemia e cravou que não irá decretar um "lockdown" nacional.

"Alguns querem que eu decrete ‘lockdown’, não vou decretar e pode ter certeza de uma coisa, o meu Exército não vai pra rua pra obrigar o povo a ficar em casa", declarou o Presidente.

Na conversa, Bolsonaro afirmou que alguns gestores "estão se excedendo" nos decretos de restrição de circulação ao redor do país, e disse que pede apenas democracia e "respeito às instituições" brasileiras.

"Eu quero paz, tranquilidade, democracia, respeito às instituições, mas alguns estão se excedendo. O povo vai se conscientizar do que precisa ser feito. Na hora certa, tudo vai acontecer", disse.

Por último, o presidente Bolsonaro voltou a destacar que a atua gravidade do impacto da pandemia no país não é sua culpa e afirmou que não pode ser cobrado pelas decisões de restringir a circulação adotadas por governadores e prefeitos.

Você concorda com o presidente Bolsonaro? Deixe seu comentário!

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Acima do Post

Below Post Ad