Gilmar e Toffoli agem na calada da noite e liberam reeleição de Maia e Alcolumbre

STF
Foto: Reprodução | Internet


 Em mais um golpe branco, ministro do STF se movimente e nesta última madrugada terminaram de rasgar a Constituição liberando a reeleição de Maia e Alcolumbre.

Liderados por Gilmar Mendes e Dias Toffoli, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, na calada da noite, apresentar votos e assim abrem para a reeleição do presidente da Câmara Rodrigo Maia, e de Davi Alcolumbre, ao Senado.

Como relator, Gilmar Mendes alegou que só poderá haver reeleição para o comando das duas Casas uma única vez - criando uma nova regra - mas que só seja aplicada a partir da próxima legislatura. 

Toffoli segui a decisão de Gilmar Mendes, juntamente Alexandre de Moraes que não fez ressalvas.

Já Kassio Nunes, indicado recentemente por Bolsonaro, deu aval para reeleição de Alcolumbre mas se posicionou contra a de Rodrigo Maia.

"Peço vênia, no entanto, para divergir de Sua Excelência quanto à aplicação prospectiva do julgado. Nesse ponto, declaro vedada a reeleição ou a recondução de quem já esteja ou venha a ser reeleito", registrou Nunes Marques ao discordar de Mendes.

Segundo consta na Constituição, o mandato dos presidentes da Câmara e do Senado é de dois anos, "vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente", ou seja, Maia e Alcolumbre não deveriam concorrer a reeleição.

Portanto, aprovar a reeleição de Maia e Alcolumbre, dentro desta legislatura, seria atear fogo na Constituição Federal.

Enquanto o povo dorme os ratos fazem a festa.

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Acima do Post

Below Post Ad