Voluntário morre em testes da Vacina Chinesa e Anvisa suspende experimentos, gerando tensão com o Butantan

João Doria
Foto: Reprodução | Internet 
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu expor a verdade, nesta segunda-feira (09), e decretou a suspensão do testes da vacina chinesa, CoronaVac, após morte de um voluntário ocorrida no último dia 29.

Segundo a Anvisa, a paralização dos experimentos será para "avaliar os dados observados até o momento e julgar sobre o risco/benefício da continuidade do estudo".

O órgão diz ainda, através de nota, que "esse tipo de interrupção é prevista pelas normativas da Anvisa e faz parte dos procedimentos de Boas Práticas Clínicas esperadas para estudos clínicos conduzidos no Brasil".

Mesmo com o ocorrido, o Instituto Butantan, por meio de nota, se disse "surpreendido" com a decisão da Anvisa.

Ainda no comunicado, o Butantan afirmou que "está apurando em detalhes o que houve com o andamento dos estudos clínicos" da vacina chinesa contra o novo virus chinês.

A divulgação da morte do voluntário foi feita pelo próprio diretor do Butantan, Dimas Covas, em entrevista à TV Cultura. Porém, segundo ele, o caso não tem relação com a os testes da vacina, e pediu esclarecimentos à Anvisa sobre a ordem de interrupção.

Importante lembrar que João Doria já anunciou a compra de 46 milhões de doses da mesma vacina para aplicar na população paulista.

Quem você acha que é o culpado pela morte deste voluntário?

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Acima do Post

Below Post Ad