Urgente: Frota pede ao STF que proíba o governo de monitorar suas postagens

Alexandre Frota
Foto: Reprodução | Internet
Com mandado de segurança nas mãos, Alexandre Frota vai ao Supremo e pede que proíbam o governo de monitorar suas postagens nas redes sociais.

Segundo a revista Época a Secom haveria contratado uma empresa para avaliar conteúdos que parlamentares e jornalistas publicam sobre Jair Bolsonaro, como positivo ou negativo.

Na ação protocolada no STF, Frota acusa a Secom de abuso de autoridade, alegando que o órgão seria usado para investigar e fiscalizar suas postagens.

“O parlamentar em um Estado Democrático de Direito tem que estar livre de qualquer amarra para expressar suas opiniões, sejam elas políticas, sociais ou quaisquer que sejam, sem que tenha que se preocupar com o seu monitoramento”, diz a ação.

O caso está nas mãos do ministro Edson Fachin, que é o relator.

Qual sua opinião sobre isso? Comente!

Postar um comentário

4 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Acima do Post

Below Post Ad