Urgente: PGR decide que não vai investigar Bolsonaro, e joga os planos de Moraes no lixo

Bolsonaro | Alexandre de Moraes
Foto: Reprodução | Internet
O vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, cravou a Alexandre de Moraes que não vai investigar Jair Bolsonaro e os filhos e Eduardo por, supostamente, empregarem funcionários suspeitos de disseminar ofensas e fake news contra adversários nas redes sociais.
Alexandre de Moraes havia intimado Augusto Aras na semana passada, pressionando o PGR para se decidir quantos as investigações do malfadado e fantasioso "Gabinete do Ódio".

A procuradoria então resolver responder, e por meio do vice Medeiros afirmou que por não haver e ser apenas imputações generalizadas, a acusação não pode dirigir nem determinar a abertura de inquéritos, somente o Ministério Público.

“A ausência de fatos concretos que possam ser efetivamente atribuídos aos noticiados inviabiliza, portanto, a instauração de procedimento próprio. Destaque-se que nem mesmo o Facebook adotou qualquer medida em face deles, como seria o caso, por exemplo, da retirada das respectivas contas oficiais. E isso se deu, naturalmente, por inexistirem quaisquer elementos que vinculem-nos minimamente às acusações formalizadas por meio desta notícia-crime”, afirmou Medeiros.

Os planos  de Moraes de levar a investigação adiante foram finalmente jogados no lixo.

Gostou da postura da PGR? Comente!

Postar um comentário

2 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Acima do Post

Below Post Ad