STF mantém Weintraub na mira e maioria vota contra o ministro | Bandeira Viva

Ministros do STF
Foto: Ilustração
Os "semideuses" do STF estão o canhão do famoso inquérito da fake news apontado para o ministro da Educação Abraham Weintraub, e já formam uma maioria para manter o Weintraub sob investigações.

Na noite desta segunda-feira (15), foi aberta a votação e, até o momento, seis dos 11 ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) votaram e seguiram o parecer de Eduardo Fachin, assim, mantendo Weintraub no inquérito das investigações sobre supostas ameaças, ofensas e notícias falsas contra os ministros do STF.

Os ministros que votaram contra Weintraub foram: Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Celso de Mello, Rosa Weber e Cármen Lúcia e o próprio Eduardo Fachin. Ainda restam outros cinco ministros para votarem.

Fachin não chegou nem a analisar o mérito (conteúdo) do pedido, e por puras questões processuais rejeitou o habeas corpus de Weintraub.

As perseguições contra Weintraub e a investigações contra ele iniciaram desde que o ministro da Educação aparece defendendo a prisão de ministros do STF e chamando-os de “vagabundos”no vídeo da reunião ministerial do dia 22 de Abril.

Os "semideuses" do STF estão revoltados estão a todo vapor na cola de quem se opõe a eles.

No Brasil duas coisas viraram sérios crimes: defender o presidente Bolsonaro e se opor ao ministros do STF.

Você apoia o ministro Weintraub?

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Acima do Post

Below Post Ad