Opositores se calam: Banco Mundial confirma que nomeação de Weintraub não pode ser barrada

Abraham Weintrab
Foto: Reprodução


A perseguição da esquerda contra Weintraub não para, porém mais uma vez eles quebraram a cara.

Burburinhos diziam que a nomeção de Abraham Weintraub ao Banco Mundial seria barrada e a esquerda fez a maior festa. Porém, o Conselho de Ética do BM garantiu o nome do ex-ministro para o cargo e calou opisitores.

Através de carta, o presidente do Conselho, Guenther Schoenleitner,  disse que o Banco Mundial não pode interfeir na nomeação de Weintraub.
"A partir do momento em que ele se torna um funcionário do conselho, um diretor executivo está sujeito ao Código de Conduta para Funcionários do Conselho. [...] Será informado sobre suas obrigações nos termos do código de conduta, inclusive no que diz respeito a declarações públicas e não interferência nos assuntos políticos dos membros", diz a carta.
Prosseguiu, dizendo:
“Nem a administração nem o Comitê de Ética do Conselho influenciam a nomeação ou eleição de um DE [diretor executivo]. Os diretores executivos são nomeados ou eleitos pelos acionistas, ou seja, países membros."
Desta forma, a nomeação de Weintraub feita pelo Brasil, na figura do presidente Bolsonaro, sendo país membro é válida. 

Mais uma vez a Esquerda é derrotada.

Deixe seu comentário!

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Acima do Post

Below Post Ad