Ex-ministros esquerdistas pactuam que Bolsonaro perdeu condições de governar | Bandeira Viva

Foto: Reprodução | Internet

Seis ex-ministros, assumidamente esquerdistas, de governos anteriores formaram um cúpula através de carta, nesta segunda-feira (18), exclusivamente para defender o afastamento do presidente Jair Bolsonaro do cargo maior.

Os ex-ministros pedem a derrubada do Governo através de uma carta intitulada de “O presidente perdeu a condição de governar”. 

Os personagens que assinaram o pacto são os ex-ministros do Direitos Humanos  Paulo Vannuchi (governo Luiz Inácio Lula da Silva); Luiz Carlos Bresser-Pereira (titular da Fazenda na gestão José Sarney e da Administração e Reforma do Estado e da Ciência e Tecnologia de FHC); Claudia Costin (Administração e Reforma, governo FHC); Paulo Sérgio Pinheiro (Secretaria dos Direitos Humanos, gestão FHC) e José Carlos Dias e José Gregori (responsável pela Justiça no governo Fernando Henrique Cardoso).

Só peça boa.

Segundo os concordantes, na carta contra Bolsonaro, "é hora de dar um basta ao desgoverno” e apelam que "as forças democráticas devem buscar, com urgência, caminhos para que isso se faça dentro do Estado de Direito e em obediência à Constituição”.

Os autores da carta, que dizem ainda que Bolsonaro é responsável por motivar crises entre os Poderes, nomearam também como reivindicante a Comissão Arns de Defesa dos Direitos Humanos o qual são fundadores.

Parece até piada.

Um bando de hipócritas que sugaram tudo e mais um pouco do Brasil e agora dão uma de bons samaritanos e salvadores da pátria, unicamente porque Bolsonaro não se encaixa nos joguinhos políticos deles.

Leia a tal carta na íntegra clicando aqui: O presidente perdeu a condição de governar.

O que você acha disso? Deixe seu comentário e compartilhe com outros patriotas.

Postar um comentário

1 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Acima do Post

Below Post Ad